miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

moradas

unnamed (2)

ligo, passando os dedos pelas linhas invisíveis, os pontos com que se escreve a palavra amor. debruço-me para dentro da memória e, enternecido, não encontro outra morada tão feliz onde possa pousar a cabeça
Tags: baby, fotos, poemas
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 8 comments