miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

uma viagem à índia



Li, há muitos anos, um dos primeiros livros que Gonçalo M. Tavares publicou, se não mesmo o primeiro. Para falar com franqueza, Livro de Dança não me seduziu muito, e nunca mais insisti. Entretanto, GMT publicou dezenas de livros, recebeu inúmeros prémios, e tornou-se a coqueluche da literatura portuguesa actual, sobretudo entre os críticos literários. Andava já há tempos com vontade de reincidir, e o facto de me terem oferecido Uma Viagem à Índia foi a oportunidade perfeita.

O livro apresenta-se como uma epopeia, ou uma anti-epopeia, que toma Os Lusíadas como referencial, narrando a viagem de Bloom, o protagonista, até à Índia e regresso. Surpreendeu-me muito o humor, não estava à espera, e que oscila entre um burlesco quase chaplinesco e um registo mais subtil e ligeiramente irónico que não poupa as fragilidades do nosso tempo civilizacional.

O tom é profundo e muito filosófico, alternando passagens de uma leitura muito límpida com outras em que o sentido parece muito fechado no próprio texto. A leitura não é propriamente fácil, e dada a forma esparsa como as peripécias desta viagem nos são apresentadas (apesar de elas não faltarem , com mortes e assaltos e cenas de sexo, por exemplo), por vezes é mesmo um pouco árida.

Não sei se tão cedo regressarei a este autor, porque o esforço de concentração se torna um pouco cansativo, sobretudo para quem persegue na leitura um simples princípio de prazer, mas de qualquer forma gostei mais do que estava à espera.
Tags: gonçalo m tavares, livros
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 4 comments