miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

eat pray fuc... ups, love

A razão porque decidi ir ver o filme Eat Pray Love, acerca do qual tinha muito pouca informação, foi o nome do realizador. O Ryan Murphy é autor de duas séries de TV muito populares, uma, Nip/Tuck, de que apenas vi a primeira temporada, e outra de que sou fã incondicional, a Glee. Qualquer das duas destaca-se por ter uma pontinha de subversão daquilo que é o mainstream da narrativa televisiva. O Ryan Murphy foi também autor da adaptação cinematográfica de Running With Scissors, um livro do Augusten Burroughs, que é dos meus escritores favoritos. O filme não era exactamente brilhante, mas menos no sentido de ser um fracasso, e mais naquele de ficar um pouco a meio caminho entre o compromisso com o essencial do livro do Augusten e a necessidade de baixar um pouco o tom provocador e incómodo da história original.

Suponho que Eat Pray Love faça as maravilhas de muitos espectadores, e de muitas espectadoras também, com a sua dose de actualização do common ground cultural deste início de milénio: gastronomia em Roma, espiritualidade na Índia, romance no Bali. Eu confesso que me senti um bocadinho irritado com a postura do filme, com a sua aparente vocação de guia turístico para pessoas que acham que são interessantes e a vida é para ser vivida. Além de que não percebo como é que a Julia Roberts passa um terço do filme a enfardar como uma… enfardadeira, e está sempre elegante. Ou passa uma temporada num ashram na Índia e não apanha nenhuma disenteria. Ou, pior de tudo, como é que conhece no Bali um brasileiro que é uma versão ainda mais cliché do Miguel Sousa Tavares que o próprio MST.

Salva-se a banda sonora (ou não fosse o Ryan Murphy um génio a escolher músicas, matéria de que é feita, no essencial, a Glee), que tem pérolas como o Neil Young, o Eddie Vedder ou o João Gilberto. Mas agora que tenho estado aqui a ouvi-la em repeat, até a banda sonora é um bocadinho irritante, de tão perfeitinha.
Tags: augusten burroughs, cinema
Subscribe

  • azul velho

    Esta foto tem mais de 11 anos, foi feita em Março de 2008 na piscina de um resort em Hoi An, no Vietname, por um outro hóspede que eu não…

  • I wanted to dance

    Há já algum tempo cruzei-me com um poema de Allen Ginsberg de que gostei muito, e que me ficou na memória. Há uns dias, a propósito de uma leitura,…

  • papa-figos

    Vi um documentário sobre o Armistead Maupin e apeteceu-me tentar reler o livro Tales Of The City, tantos anos depois. Como é um livro que…

  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 7 comments