?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry Share Next Entry
o pintor vicente
rosas
innersmile
O Vicente é pintor
mas é um bocado azelha
um dia ao pintar o retrato
esqueceu-se de pôr a orelha

Procurou-a pelos campos
pelas searas doiradas
procurou-a até nos cantos
de jarras com flores pintadas

Um dia sentiu no ombro
um corvo preto poisado
olhou para ele com assombro
e ouviu-o muito calado

Disse o pássaro: Ó Vicente
trata lá da tua vida
que não é coisa de gente
andar de orelha caída

Pegou no pincel e tinta
sem sequer mudar de fato
e tratou de pintar o Vicente
a orelha no retrato


[Continuo a deliciar-me a escrever histórias para leitores de três anos de idade. Uma vocação tardia?]
Tags:


  • 1
... e, para os mais velhitos, dados a pensar em orelhas perdidas, corvos-nevermore, enquanto dançam com Rosies que não pescam nada, é uma mini-terapia bem catita. Gostei.

dancemos, já que temos a valsa começada

Acho delicioso.
Abraço do Pinguim.

obrigado João, um abraço

QUE BONITO MIGUEL E QUE IMAGINAÇÃO A TUA!, FABULOSA, A DA ORELHA!!
beijo,
IO

beijos, IO, e obrigado pelo teu carinho

Lindo, Miguel. Como sempre, claro! O conteúdo pedagógico é muito importante. Muito mesmo!!!!! Beijinhos, poeta!

(Deleted comment)
fico feliz por teres gostado e sobretudo por te ter feito mais novo :)

que bom aterrar aqui passado tanto tempo e dar de caras com isto, obrigado!

então ainda bem que aterraste :)

  • 1