miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

a palavra



FLOR

Algures por esses campos em volta
desta mesquinha vila de província

deve haver ao menos uma flor.
Agora vou falar acerca dela:

não é necessário ter muita fé
para saber que essa pequena planta

existe, tem o caule débil, pétalas
de vermelho, mede poucos centímetros.

É mais do que provável que no vento
ondule sob o sol cor de açafrão.



Leio os poemas de OBSESSÃO, de José António Almeida, com a tranquila exaltação de quem procura uma casa. Leio-os quase como um romance, tentando viver através do personagem que os lê. O que fica, no fim, são as “vogais e as consoantes”. É isso que aprendo, a mastigar "a palavra da vergonha".
Tags: jose antonio almeida, livros
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 0 comments