miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

i promise to be yar

Desde que abri a conta no Twitter sempre tive muita dificuldade em pensar em coisas para lá escrever. Não me seduz muito a componente Messenger da coisa, e, para quem gosta de escrever textos grandes, a noção do micro-blogging é um bocadinho complicada. Houve uma altura em que punha frases de letras de canções, mas desde há uns tempos comecei a achar graça a abrir aquilo todos os dias (ou pelo menos quando me lembro de ir ao Twitter de manhã) com frases de diálogos de filmes. Tento lembrar-me de um filme que tenha impressionado pelo argumento e agarro-me aos diálogos, normalmente através dos sites de citações ou através da página de citações que as fichas do imdb.com têm. Ou mesmo através do script do filme, que também não é raro encontrar na net.

Ultimamente pus muitas frases do filme de George Cukor The Philadelphia Story, uma screwball comedy com diálogos espectaculares, cheios de ‘innuendos’ e segundas intenções, normalmente de conteúdo sexual, mas sempre muito desafiadores da moral e dos bons costumes.

Uma das frases mais bonitas do filme, e que ensinou uma palavra que não conhecia, aparece quase no fim do filme, quando Dexter, a personagem de Cary Grant vai dizendo a Tracy, desempenhada pela fabulosa Katharine Hepburn, o que ela deve anunciar aos convidados do casamento de Tracy com George, que acabou de ser cancelado. É dessa forma indirecta que Tracy percebe que Dexter a está a pedir em casamento, depois de, como é óbvio, terem passado o filme todo num jogo de sedução e rejeição. Quando Tracy se apercebe que Dexter se acabou de propor, têm este diálogo:

«Tracy: Oh Dexter you're not doing it just to soften the blow?
Dexter: No.
Tracy: Nor to save my face?
Dexter: Oh, it's a nice little face.
Tracy: Oh Dexter, I'll be yar now, I promise to be yar.
Dexter: Be whatever you like, you're my redhead.»


‘Yar’, ou ‘Yare’, fui ver ao dicionário, refere-se ao barco que é ágil e ligeiro, fácil de manobrar ao leme, e a utilização desta expressão faz todo o sentido no contexto do filme e da relação atribulada entre Tracy e Dexter. É este tipo de escrita perfeita que o filme nos dá quase em cada cena. Uma delícia.

Este clip da cena final contém o excerto onde está a frase, aí por volta do minuto 5:20. A boa notícia, é claro, é que este é o último dos 11 clips em que no YouTube se pode ver a totalidade do filme.

Tags: cinema, citações, clips
Subscribe

  • 18

    Comecei a escrever este diário online no dia 30 de Julho de 2001. Durante 16 anos, escrevia sempre nesse dia um texto de reflexão sobre o próprio…

  • azul velho

    Esta foto tem mais de 11 anos, foi feita em Março de 2008 na piscina de um resort em Hoi An, no Vietname, por um outro hóspede que eu não…

  • agosto

    Estive mais uma vez internado no hospital, desta vez para tirar o rim direito. Ou seja, neste momento não tenho rins nem bexiga, e comecei a fazer…

  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 2 comments