?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry Share Next Entry
recados
rosas
innersmile
Recado para o Pinguim e para o Paulo + Zé: o jantar de ontem foi ainda melhor do que o do ano passado. Acho que a fórmula volante resulta muito bem. Mesmo eu que sou um bicho do mato me fartei de falar e socializar (por aí, como cantavam os Ban). Para além dos amigos que se revêem, há os que se conhecem pela primeira vez e aqueles com quem se aprofundam conhecimentos anteriores. E nota alta para o restaurante e para a simpatia com que fomos recebidos.

Recado para o Tangere, a Noli e o Me: apesar da tranquilidade foi uma tarde intensa. É sempre exaltante quando encontramos alguém que nos estimula. Venha de lá o sol e o tapete verde que nos há-de levar às memórias. Às nossas, quero dizer.

Recado ainda para os peregrinos: percebo que sejam tantos e com tal fé que transbordem para a faixa de rodagem. Mas acreditem (ainda a fé) que o percurso da Nacional 1 (ou lá como se chama actualmente) entre Coimbra e Condeixa, ontem como hoje, fi-lo de coração nas mãos: é um bocado alucinante a perigosa proximidade que se estabelece entre o meu carro veloz e a vossa fé.

Ainda a propósito dos peregrinos, duas observações. Tornam-se a ver tatuagens nos braços dos peregrinos, mas onde antigamente eram as amargas recordações da passagem pelos teatros da guerra colonial, agora são os tribalismos dos salões de tatuagem da moda. Mudam-se os tempos…
Outra nota: é impressão minha ou os peregrinos são todos caucasianos? Vinha com atenção e não vi, em centenas que formavam uma interminável fila que se estendia ao longo da estrada, um único que não fosse branco!


  • 1
Miguel, também acho que esta fórmula resulta melhor; além de que o pessoal nos recebeu muito bem, sim senhor! é bom apanhar-te a sorrir! é bom ter-te sempre presente!
amei o recado aos peregrinos! alucinante, no mínimo.
um grande abraço por tão feliz revisitação tua!

Caro Paulo, apesar de sorrir pouco (acho que é coisa que me vem desde a infância), isso não significa que esteja menos animado ou divertido. achei o jantar óptimo, foi uma bela de uma confraternização, sempre muito descontraída e bem disposta. sinceramente acho que estes nossos convívios são verdadeiramente excepcionais sobretudo porque vivemos num tempo em que há tanta crispação.
abração

  • 1