?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry Share Next Entry
recados
rosas
innersmile
Recado para o Pinguim e para o Paulo + Zé: o jantar de ontem foi ainda melhor do que o do ano passado. Acho que a fórmula volante resulta muito bem. Mesmo eu que sou um bicho do mato me fartei de falar e socializar (por aí, como cantavam os Ban). Para além dos amigos que se revêem, há os que se conhecem pela primeira vez e aqueles com quem se aprofundam conhecimentos anteriores. E nota alta para o restaurante e para a simpatia com que fomos recebidos.

Recado para o Tangere, a Noli e o Me: apesar da tranquilidade foi uma tarde intensa. É sempre exaltante quando encontramos alguém que nos estimula. Venha de lá o sol e o tapete verde que nos há-de levar às memórias. Às nossas, quero dizer.

Recado ainda para os peregrinos: percebo que sejam tantos e com tal fé que transbordem para a faixa de rodagem. Mas acreditem (ainda a fé) que o percurso da Nacional 1 (ou lá como se chama actualmente) entre Coimbra e Condeixa, ontem como hoje, fi-lo de coração nas mãos: é um bocado alucinante a perigosa proximidade que se estabelece entre o meu carro veloz e a vossa fé.

Ainda a propósito dos peregrinos, duas observações. Tornam-se a ver tatuagens nos braços dos peregrinos, mas onde antigamente eram as amargas recordações da passagem pelos teatros da guerra colonial, agora são os tribalismos dos salões de tatuagem da moda. Mudam-se os tempos…
Outra nota: é impressão minha ou os peregrinos são todos caucasianos? Vinha com atenção e não vi, em centenas que formavam uma interminável fila que se estendia ao longo da estrada, um único que não fosse branco!


  • 1
Concordo em absoluto. Este formato permite um maior convívio.

Tu tens olho de lince: a essa velocidade e o que tu percebes das pessoas que vão à beira da estrada, neste caso peregrinos...;-)

Um abraço

rui:alexandre

não é olho de lince, ele é que estavam quase literalmente colados ao pára-brisas do meu carro. assim foi só conferir os tatus :)

Miguel
Um recado para ti: obrigado por mais uma vez te teres deslocado até aqui para uma iniciativa nossa; a tua presença já é habitual, eu sei, mas é sempre com muita satisfação que te abraço de novo. E agora, até às Caldas????
Quanto aos peregrinos, penso que apesar de tudo, as coisas agora estão melhor organizadas e expõem menos os mesmos aos perigos de quem conduz por essas vias e concordando com o Rui no teu olhar de lince, deixa-me que te diga que esta nova moda das tatuagens, a considero deveras feia - o corpo humano não necessita de ser "retocado" para chamar a atenção e o abuso de tais desenhos, deforma, a meu ver, corpos belos; mas são opiniões...
Abraço agradecido do pinguim.


até às Caldas, sim senhor :)

Caro Pinguim, mais uma vez adorei o jantar e o convívio, e louvo-vos pelo esforço e pelas dificuldades e até pelos desânimos que estas coisas sempre implicam.

quanto aos peregrinos, é verdade que as coisas estão melhor organizadas, mas a fila era constante e aos magotes, de modo que havia sempre uns tipos que caminhavam bem dentro da faixa de rodagem!

abraço

Miguel, também acho que esta fórmula resulta melhor; além de que o pessoal nos recebeu muito bem, sim senhor! é bom apanhar-te a sorrir! é bom ter-te sempre presente!
amei o recado aos peregrinos! alucinante, no mínimo.
um grande abraço por tão feliz revisitação tua!

Caro Paulo, apesar de sorrir pouco (acho que é coisa que me vem desde a infância), isso não significa que esteja menos animado ou divertido. achei o jantar óptimo, foi uma bela de uma confraternização, sempre muito descontraída e bem disposta. sinceramente acho que estes nossos convívios são verdadeiramente excepcionais sobretudo porque vivemos num tempo em que há tanta crispação.
abração

Que bem que me faz saber que ainda há pessoas que se reúnem para confraternizar e estar com quem gostam:)

Um abraço e um beijinho par ti,

Ainda bem que se mudaram os tempos e já não temos texto referente à Guerra Colonial nos ''tatus'' dos peregrinos :)
Que escreverão agora?

pois, Lili, tens razão, ainda bem que mudaram.
não faço ideia do que é que se escreve agora nas tatuagens, os jogadores de futebol, na televisão, nunca ficam parados o tempo suficiente para eu conseguir ler. os rappers escrevem 'gangsta' :)

Não sei se as tatuagens dos peregrinos serão as mesmas que se usam por aí, mas estas não costumam ter muita coisa escrita. São mais pictóricas, padrões e assim.

rui:alexandre

mas há muitas com símbolos chineses e assim umas frases que parecem escritas em árabe. podíamos sacar o simão sabrosa como case study :)

O Robbie Williams - que não é tuga, mas é o único exemplo que me ocorre - tem em semicírculo, abaixo do pescoço, uma tattoo em forma de colar escrito "À chacun son goût" ou "Chacun a son goût" (Juro que a cada vez que leio, a frase é uma ou outra. Estarei delirando?)

Meu amigo, há quanto tempo!
Que saudade que eu tinha de te ler,
Está tudo bem contigo? Já tens computador, a tua mãe ainda é viva, continua a mesma víbora danada, o teu irmão o mesmo sacaninha? as aulas na faculdade estão correndo bem, e os teus alunos? Os mesmos bacanos de sempre? Conta-me tudo.

Já tenho o livro só falta enviá-lo. :)

recados/notícias do tangere e da noli

(Anonymous)
O tangere quer ir visitar o mosteiro recauchutado, ver os cacos das clarissas no museu, comer gelados e beber cafés na esplanada do dito, ir ao Porto ouvir música, a Lisboa ver teatro, passar as férias na Nova Zelândia, reconstruir o genoma do lobo da Tasmânia, e tudo, e tudo..

A Noli olha sem expressão para uma parede branca e balança-se, enquanto lhe escorre um fiozinho de baba pelo queixo.

/Me acha que sol, tapetes verdes e memórias fazem um belo trio! : )

Re: recados/notícias do tangere e da noli

a Noli sofre de ataxia? consegue fazer rolinhos com a prata dos bombons?

  • 1