miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

espera



é na agrura da paisagem
que te sentes corajoso e só

convives docemente com
as folhas caídas do calendário
que esperam à tua frente

a tua memória é um cume
intransponível

enquanto te desmembras nas
salas de espera dos consultórios

voltas sempre, numa
vertigem desequilibrada e cega,
ao único lugar que te escapa
às sílabas e às declinações

devagar, com a lentidão dos loucos,
esperas que passe
Tags: clips, poemas
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 4 comments