miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

benazir

A morte de Benazir Bhutto é particularmente chocante e cruel por ser tão óbvia e esperada. Sou um ignorante em matéria de política internacional, mas sempre entendi o regresso de Benazir ao Paquistão em Outubro passado como a radical e desesperada e derradeira tentativa de virar a situação no país e fazer regressar a democracia. Uma espécie de ‘mato ou morro’, para o qual não havia terceira via, e que a obrigava a colocar-se a si própria no centro do tumulto, no olho do furacão. Suponho que nunca terá subestimado os seus inimigos, e que a morte era um risco mais do que plausível.
Benazir Bhutto foi uma das grandes figuras do meu tempo. Foi, na dobra do século, uma das mulheres que escreveu, num dos mais improváveis lugares para o efeito, a possibilidade de fazer política no feminino.
Tags: obituário
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 11 comments