miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

estação seca . 8/25

8

Vê como o sol se põe e nasce sempre na veia que pulsa no teu braço.
Vê como a água corre sempre nos teus olhos.

Vê como, por um momento, te sabem a sal a angústia e o esquecimento.

Vê como fechas os olhos e um filme arranha o forro das tuas pálpebras.
Vê como são frágeis os dias. Como são frágeis os dias da tua ausência. Frágeis os dias que contas devagar até chegarem outros tão frágeis que os substituam.

Vê como facilmente te esqueces.
Tags: a_seco
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 2 comments