miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

moz07.7

5.4.07

De manhã praia na ilha dos Portugueses. O inultrapassável prazer de tomar banho neste mar. Estive sempre, e como sempre, dentro da água. Acho que quando estou dentro desta água se confundem em mim o tipo que sou agora e o puto que fui há trinta ou quarenta anos, na praia das Chocas.
À tarde, passeio nos mangais e pôr do sol na ponta da ilha, junto ao farol.

Li agora, pela primeira vez, o que escrevi neste mesmo caderno, páginas atrás, na noite de 16 de Janeiro de 2003. Na noite que passei sozinho, em Nampula, no quarto de um hotel junto à rua onde morei na infância. Foi, de certo modo, a ‘grande noite’ (a noite triunfal, para usar a expressão pessoana) dessa viagem, aquela que operou uma mudança dentro de mim, na minha cabeça, nos meus sentimentos e nas minhas emoções.
E, agora, tornei a comover-me, ao ler o que escrevi então. Ok, comovido comigo próprio, com a minha incapacidade em agarrar uma coisa que não existe, em segurar a felicidade. Irra, que melodrama!
O que quero dizer é que tenho sempre esta sensação de perda, de que houve uma água feliz que segurei nas mãos em concha, mas que escapou por entre os dedos. E de certa forma o que me comove é a frescura dos dedos molhados, a lembrança dessa água que desapareceu.

Moçambique será sempre para mim uma questão. Uma coisa intensa, que me fascina para além da vertigem, e que não domino inteiramente.
Penso que precisava de viver cá uns tempos, para ‘normalizar’ esta minha relação com o país onde nasci. Mas sei que muito provavelmente nunca aqui viverei, nunca terei a coragem necessária para isso.

Se não tivesse sido a viagem de 2003, esta teria sido muito diferente. Em 2003, e isso devo-o à S. (e voltar cá deu-me ainda uma noção mais rigorosa do tamanho da minha gratidão), tive tempo e oportunidade para viver as coisas, saboreá-las, vivê-las devagar. E sem precisar de disfarçar, de fazer de conta, porque a S. já mas topava todas e apanhava-me sempre pelo lado mais frágil.

Bem, tenho de parar, chamam-me para jantar.







Tags: viagem
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 5 comments