miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

Quando, nas entradas sobre a viagem à Malásia, utilizo os tempos verbais na primeira pessoal do plural, não é porque esteja a usar o plural majestático. Acontece que essas entradas correspondem às notas que fui tomando durante a viagem e reflectem por isso o facto de a viagem ter tido co-protagonistas. Mais propriamente uma co-protagonista, minha companheira de escola no início da adolescência, amizade reencontrada e retomada já na idade adulta. Desde há uns dias que esta utilização da primeira pessoa do plural faz ainda mais sentido: a minha companheira de viagem é leitora destas notas, e por isso com mais propriedade se percebe que este ‘expresso do oriente’ foi muito vivido a dois.
Só mais uma nota. Mercê de termos partilhado, de forma intensa, todo o tempo que estivemos juntos, e ainda de termos conseguido gerir algumas vicissitudes, esta viagem transformou a nossa amizade: saímos de Lisboa bons amigos, mas regressámos amigos dos bons!

Como tenho estado muito entretido a trabalhar as notas que fiz durante a viagem, nem tenho tido vontade ou paciência de fazer outras entradas no innersmile, nomeadamente a comentar os mais candentes termas da actualidade.
Mas ontem o Contra-informação, na rtp1, foi todo dedicado ao caso do livro da ex-mulher do dirigente desportivo. Eu não estava a dar muita atenção ao programa, mas lá ia deitando uma olhadela para avaliar o nível do humor. Quando apareceu a capa do livro, em versão spitting image (que era o nome original do programa inglês que deu origem aos bonecos), tresli o título, e li (mal, já que não era esse o título usado na farsa) aquele que seria o mais genial dos títulos: ‘Eu, Creolina’!        

Tags: bagatelas, viagem
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 0 comments