?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry Share Next Entry
sera muy cierta
rosas
innersmile
No Sábado depois do almoço eu conduzia pela segunda circular na direcção de quem chega pela auto-estrada do norte e segue para Benfica. Vinha a ouvir um cd da Lila Downs, mais exactamente a canção Tirinque Tsitsiki do álbum Una Sangre. Lembro-me porque vim a ouvir toda a viagem os cds da Lila à procura justamente dessa canção, que é a que canto mentalmente quando estou a nadar para apanhar o ritmo das braçadas de crawl, e ela tinha começado a tocar quando saí da auto-estrada e entrei na segunda circular.
Havia muito trânsito, uma fila bastante cerrada, mas que avançava com lentidão. Eu seguia pela faixa mais à esquerda, encostado ao eixo da via. Ao meu lado direito, na faixa do meio, seguia um camião com a cabine pintada de amarelo. É sempre um bocado incómodo irmos ao lado de um camião, não só por causa do barulho, mas sobretudo porque causa um pouco de claustrofobia o receio, mesmo que completamente infundado, de que se ele tomba para cima de nós não há como escapar.
Entretanto o trânsito à minha frente avançou um pouco e eu acelerei na esperança de me afastar do camião. No momento em que descolei e o deixei para trás, ouvi o barulho de uma derrapagem e olhei pelo espelho retrovisor. Entre a traseira do meu carro e a cabine do camião estava um carro branco, julgo que um Opel Corsa, a dar piões. O carro estancou atravessado entre as duas faixas, a da esquerda e a do meio, e o camião estancou desviado para a faixa da direita, para não bater no carro.
Eu, ainda lívido e atónito daquele pequeno encontro com deus, lá me afastei devagarinho, a olhar pelo espelho para o trânsito parado lá atrás, tentando, sem o saber, que a canção da Lila me restituisse desta vez o ritmo para continuar a respirar normalmente.


  • 1
Parece que ontem foi um dia bom...
Também ia tendo um encontro com o carro branco que vinha fora de mão.
Não tinha de ser.

***

e que continue assim, sem ter de ser, por muuuuuuuuuuuuuuito tempo :)

Eu tive um encontro com um carro na quinta-feira passada, tenho receio de andar com ele porque o suporte do espelho esquerdo ficou partido e o espelho caíu, consegui meter o espelho, outra vez, mas não me atrevo a ir muito longe, além disso, o carro já vai amanhã para a oficina para o sujeito da Seguradora fazer a peritagem.
Curioso, mas acredites ou não, eu hoje sonhei que um camião me tinha esmagado o carro, comigo lá dentro e ficando ilesa.

all that we see or seem is but a dream within a dream, já dizia o Edgar


A 2ª circular, no sábado, estava especialmente perigosa...

eis uma má acepção do termo 'perigosa e cheia de curvas' :)

A born-again. :)

mirtilho

eu ouvi a voz. e cantava num crioulo mexicano meio índio meio espanhol :)

Bem, queria dizer qualquer coisa, mas nada me ocorre a não ser: que bom não ter passado de um susto.

ufa...
:|
Dupla bênção... a de poder escapar assim a um encontro desses e de ter a Lila por companhia num sítio inóspito.

  • 1