miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

FADO DA PRAIA DA PÓVOA

Fui ao mar lavar os olhos
E não os trouxe lavados
A água não limpa mágoas
Nem tira a sombra aos pecados

O pescador lança a rede
E a recolhe manhã cedo
Ao peixe, prende-o o homem
Ao homem, prende-o o medo

A mim o medo dá asas
E o meu céu é o mar
Nele mergulho e esvoaço
Sem sequer saber nadar

Adeus ó praia da Póvoa
Adeus praia da saudade
Quem no mar acha sentido
Nele se perde, cedo ou tarde.
Tags: fados
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 8 comments