miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

eleições livres

Decorrem ontem e hoje as terceiras eleições presidenciais em Moçambique. Como raramente acontece em África, o Presidente actualmente em funções optou por sair, voluntariamente, do poder. Os menos ingénuos (não lhes quero chamar cínicos) podem avançar o rol de todas as razões pelas quais Chissano se afasta da presidência. Mas a verdade é que tinha sempre a opção de se perpetuar no poder, e abdicar dele é sempre uma forma de abnegação.
Julgo que a vitória de qualquer um dos dois principais candidatos traz a sua dose particular de problemas e preocupações, de receios e angústias. Mas há uma verdade insofismável: só a vitória limpa e leal, sem fraudes e vigarices, de um deles, de qualquer um deles, pode trazer ao povo a esperança do desenvolvimento.
E, claro, o orgulho de ser Moçambique a contrariar aquele preconceito neo-colonialista de que não pode haver democracia em África.
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 4 comments