miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

olhas a lua e vês? quase que mata
ataca-te a saudade, se for prata
andaste aí à nora, patarata,
cegueira tão tonta, da catarata

empurras a porta, faz que não bata
espreita a cortina, noite de lata
não dormem olhos, enxerga ingrata
a boca insone, da catarata

se é manhã fria, que coisa chata
olhas à volta, do dia à cata
será o coração que se desata

não haverá vilão que te destrata
se o amor em teu rosto se retrata
sacode da ramela a catarata
Tags: poemas
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 4 comments