miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

que olhar?

Morreu há poucos dias o fotógrafo Eddie Adams, que ficou célebre por causa de uma fotografia que lhe valeu um prémio Pulitzer, em 1969. É uma fotografia muito conhecida, em que se vê um general sul-vietnamita a executar, com um tiro na cabeça, um guerrilheiro vietcong.
Eu não conhecia o nome do fotógrafo mas quando ouvi na rádio a notícia visualizei logo a fotografia. Mas foi mais tarde, a olhar para ela, que me ocorreu uma questão: como é que eu hei-de valorizar esta fotografia, confrontando-a com as imagens de horror que todas as quotidianas noites me entram pela casa dentro na rotina dos telejornais? Como valorizar essa fotografia, quando confrontada com as imagens de um grupo de terroristas mascarados que se preparam para degolar um homem ajoelhado e de olhos vendados? Como valorizar essa fotografia, quando confrontada com a imagem do olhar acossado de um menino de dez anos cujo rosto está a menos de cinquenta centímetros de uma bota militar que pisa uma bomba?
A verdade é que o meu olhar se prostituiu, habituou-se a tudo, olha com indiferença o horror enquanto a mão leva mais uma colher de sopa à boca. Qual é então a diferença entre essas imagens que o meu olhar prostituto olha com gasta secura, e essa fotografia premiada que esse meu olhar erige como símbolo de tudo o que na vida é insuportável absurdo?
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 9 comments