miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

procuro novo dono

Uma tentação muito grande em transformar este livejournal num pasquim contra o governo. Mas a verdade é que só me apetece escrever aqui a denunciar, a criticar e a dizer mal deste governo. Todos os dias há novidades, todos os dias há coisas que enojam, todos os dias se desce mais baixo, todos os dias se leva mais longe a baixaria e a safadeza.
Ontem foi a história da nomeação da Celeste Cardona para a administração da Caixa Geral de Depósitos. Como é possível! A passagem pelo governo é realmente cada vez mais uma forma de as pessoas se orientarem: orientam-se enquanto estão no governam, e aproveitam para orientar a sua vida para quando dele saem. A CC não é reconhecido, nem sequer conhecido, currículo que a habilite a ser administradora da maior instituição bancária nacional. O ministro das finanças acaba de sair de uma crise na direcção da CGD, demitindo os dois presidentes anteriores e nomeando um novo, e o melhor sinal que pode dar de que as coisas mudaram, é nomear uma sua colega partidária e até há dois meses colega no governo.
Entretanto, corre aí pelos blogs outra notícia que não se percebe porque é que não chega aos jornais e aos noticiários da televisão. A de que o mesmo ministro das finanças propôs-se, quando era ministro da segurança social, alterar a lei das reformas no sentido de limitar os requisitos necessários para pedir a aposentação, nomeadamente no tocante à idade, estabelecendo os 65 anos como a idade mínima para uma pessoa se poder reformar com a pensão por inteiro; ora a notícia é que o ministro se aposentou, em Julho passado, com a idade de 56 anos! Ou seja, o ministro que faz a lei corre a salvaguardar-se dela antes de a publicar!
Isto para já não falar na sensação de desgoverno diário. O primeiro-ministro cada vez que vê um microfone agarrado a uma câmara de televisão desata a falar, e fala sem saber do que está a falar. Conclusão, num dia fecha a refinaria, no dia seguinte mantém-se em funcionamento; num dia aumentas as taxas moderadoras, no outro dia não. Ontem ouvi o ministro da saúde dizer que vão aumentar de certeza mas ainda não se sabe é como! Isto é possível? O governo anuncia medidas que ainda não faz a mínima ideia de como poderão ser implementadas? Coordenação é outra coisa que o governo não tem: o episódio Barreto vs. Guedes assim o demonstrou.
E claro nem vale a pena chover no molhado e falar na história do concurso de colocação dos professores, e das inúmeras dúvidas que toda essa história suscita. A ministra anunciou uma data e estamos todos expectantes a ver o que acontecerá nessa data. Mas claro as dúvidas mantêm-se, e as especulações e as opiniões e os palpites dominam. Quando o governo não pode ou não quer ou não é capaz de contar o que de facto aconteceu, todos têm direito às suas verdades.
Ah, outra santanice. Foi a semana passada anunciado que o Casino de Lisboa afinal vai para um pavilhão qualquer da expo. Não sei, mas já nos esquecemos todos que a possibilidade legal de haver um casino em Lisboa foi criada (sim, mudou-se a lei de propósito para o efeito) com o fim exclusivo de compensar a empresa ou o consórcio responsável pela recuperação urbana da zona do parque Mayer? E que ficamos? O parque Mayer já foi à vida, agora que está salvaguardado o interesse do grupo económico que tem o licenciamento do casino?
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 31 comments