miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

tomorrow is another day

É uma das frases mais célebres na história do cinema.
No final de Gone With The Wind, Scarlett O’Hara aparentemente perdeu tudo. A sua casa, Tara, foi pilhada. O seu país, o sul confederado dos Estados Unidos, vencido e destruído. O filho que trazia no ventre, morto num acidente. E Rhett, o homem desprezível que ela aprendeu a amar com violência e paixão, abandona-a, e quando ela lhe suplica que a leve com ele, perguntando o que vai ser dela sem ele, responde, antes de virar as costas: “Frankly, my dear, I don’t give a damn”.
Mas restam a Scarlett ainda duas coisas: a terra de Tara, o solo rico e fértil das plantações do sul, e a sua indómita vontade de viver e de recuperar o amor da sua vida. Então, num clima de devastação que parecia ser inexorável, Scarlett pronuncia as famosas palavras: “Tara!...Home. I'll go home, and I'll think of some way to get him back! After all, tomorrow is another day!”

Lembrei-me deste final arrebatador de um dos filmes mais famosos da história do cinema, a propósito de ‘Onde Andará Dulce Veiga?’, o romance (‘um romance B’, como lhe chamou o autor) de Caio Fernando de Abreu, que acabei de ler há poucos dias. Porque a literatura de Caio tem, tal como a Scarlett O’Hara, esse optimismo resiliente que acredita sempre que, apesar de tudo, ‘tomorrow is another day’.

Neste momento, já li seis livros de Caio. Além de ‘Dulce Veiga’, li as crónicas de ‘Pequenas Epifanias’, e os contos e novelas de ‘Pedras de Calcutá’, o soberbo ‘Os Dragões Não Conhecem O Paraíso’, que contém algumas das histórias mais comoventes que eu já li, ‘Triângulo das Águas’ e ‘Estranhos Estrangeiros’. Ou seja, li todos os livros que o Saint-Clair me emprestou. Tenho ainda dois livros dele para ler, que foram oferta.

E em todos os livros, em todos os contos, mas de uma forma fulgurante em ‘Dulce Veiga’, esse comovido e comovente amor pela vida, que permite acreditar sempre no dia seguinte, mesmo quando se sabe, ou sobretudo quando se sabe, que a doença ou a guerra ou a falta de amor, anunciam a chegada de uma noite que parece interminável.
Tags: cinema, livros
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 1 comment