?

Log in

No account? Create an account

18
rosas
innersmile
Comecei a escrever este diário online no dia 30 de Julho de 2001. Durante 16 anos, escrevia sempre nesse dia um texto de reflexão sobre o próprio blog, sobre o seu papel na minha vida, sobre o prazer da escrita e o de sermos lidos pelos outros.

O ano passado, no dia 30 de Julho, eu tinha acabado de sair do hospital, onde fiz uma primeira nefrectomia, e o meu irmão tinha morrido poucos dias antes. Nesse dia escrevi no innersmile, mas nem me lembrei da data, com a intensa e urgente necessidade de escrever sobre o meu irmão e a sua morte.

Este ano estava novamente internado no hospital. A 26 fiz nova nefrectomia, e no dia 30 não estava em condições de escrever ou fazer seja o que fosse. Mas acho que me lembrei de efeméride, já não sei se no próprio dia ou depois.

Não há grande reflexões a fazer acerca da minha "blogging life" neste décimo oitavo aniversário do innersmile. Os tempos recentes têm sido maus demais, e quando aqui fui escrevendo foi sobretudo para falar da minha doença e dos internamentos sucessivos. De vez em quando, mais a título de registo do que outra coisa, escrevi sobre os livros que li, umas notas muito breves quase tiradas do que escrevo no Goodreads, e mais umas poucas observações.

Durante muitos anos, escrever neste diário era essencial na minha vida, fazia intrinsecamente parte dela. Por enquanto, pelo menos, ele não é o lugar de onde eu olho a vida e o mundo. A realidade é mais forte e implacável.