July 28th, 2017

rosas

FLOR DA ROSA

flor da rosa

A secura rente da planície
O sol que se agiganta sem clemência
O casario espalhado à superfície
As muralhas vigilantes de uma ausência

A história disfarçada em fantasia
As lendas que adormecem nos terraços
A noite que implacável mata o dia
E a memória obsidiante dos teus braços