January 25th, 2017

rosas

despeço-me com vagar

Despeço-me com vagar do teu
Perfil impreciso, dos indefiníveis
Traços de um olhar.

Aprendo a caminhar na ambígua
Fractura que nos afasta
Nas sílabas incertas de uma mentira.

Ou então conforto-me em não saber
Em respirar a névoa que ficou no teu lugar.
Hesito.

Lá fora ainda a tarde,
O sol que se projecta em
Rigorosa arquitectura.
Lá fora.