?

Log in

No account? Create an account

na síria
rosas
innersmile


Este livro é um divertimento, uma crónica leve e humorística da vida, por vezes bastante complicada, nos sites arqueológicos a que Agatha Christie acompanhou o marido, nos anos trinta, na Síria, em particular no norte do país, junto à fronteira com a Turquia. Claro que o olhar é, diria inevitavelmente, paternalista e colonial, mas nem isso esconde o fascínio pelo território e os seus habitantes, além de nos devolver um certo laivo de aventura que hoje em dia não será muito comum, pelo menos para a generalidade das pessoas.

Mas há um aspecto em que a leitura, tão divertida, deste livro se pode tornar até dolorosa: quando nos lembramos de como esta geografia de fascínio e aventura é hoje palco de uma das guerras mais horrorosas, e de como estas gentes são hoje vítimas dos mais variados, insanos e inominados carrascos.