?

Log in

No account? Create an account

follow up
rosas
innersmile
As duas últimas semanas foram passadas sob o espectro dos exames de follow up do cancro da bexiga, marcados inicialmente para a primeira semana de julho, e depois adiados por uma semana. Felizmente, tudo parece estar bem, sem sinais de recidiva. Ainda bem, porque o facto de ter recidivado nos dois últimos anos, com um intervalo bastante curto, e de saber que este tipo de cancro tem taxas de recidiva muito elevadas, estava a fazer-me entrar num mood muito desanimado, muito conformado à inevitabilidade de novas operações, de tratamentos de quimioterapia, e de perspectivas futuras muito sombrias. Claro que essas perspectivas continuam presentes, mas, pelo menos por enquanto, consigo estar outra vez bem disposto e sem pensar demasiado nas inevitabilidades dos amanhãs que choram (isto é suposto ser um trocadilho).

Também contribuiu muito para este clima pesado o livro que estou a ler, A Little Life, da americana Hanya Yanagihara (que estou a ler em ebook de tradução brasileira), e que é um livro pesadíssimo, sendo o seu volume, mais de setecentas páginas, a menor das razões desse peso. Devia escolher melhor os livros que leio nos vários momentos, e nas várias disposições e humores, da minha vida, mas essa gestão torna-se praticamente impossível quando um livro nos fascina e “submete”, ou “subjuga” mesmo, como raramente acontece.

Mas livre, por enquanto, de recidivas, este verão ganha outra alegria e abre-se em novas promessas.