May 8th, 2016

rosas

vozes da rádio

Fui na semana passada ao conservatório para mais um concerto às quintas-feiras, desta vez com o grupo vocal Vozes da Rádio. Conhecia mal a obra do grupo, e surpreendeu-me o facto de fazerem um concerto cantando apenas canções originais, em vez da mais habitual e fácil via de fazerem versões a cappella de números conhecidos.

Há, da parte do grupo, um compromisso sério com a música que é importante assinalar, e de que é testemunha uma já longuíssima carreira, feita de muitos discos e colaborações, e que se nota no carácter irrepreensível das suas apresentações e dos arranjos das canções.

Agora, desagradou-me o humor que marcou toda a sua apresentação. Tirando três ou quatro momentos bem divertidos, e as canções construídas com aspectos humorísticos, achei que se perdeu demasiado tempo a dizer piadas, por vezes muito fraquitas, quando não mesmo deploráveis, com laivos de um racismo que julgava eu que já não se usava (por exemplo, entoar o refrão de Elisa Ué imitando macacos a dançar!)