October 16th, 2014

rosas

bodhrán

1738554_502349706567618_156155703_n

Comprei este bodhrán a primeira vez que fui à Irlanda, em julho de 1995. Já não me lembro bem, mas acho que o comprei já no aeroporto, quando embarcava de regresso. Ou então numa feira de artesanato, em Dublin, que me recordo de ter visitado. Infelizmente a baqueta de madeira, chamada cipín, já se perdeu. Está na minha sala, e é um símbolo, mais do que dessas férias, e mais do que da própria da Irlanda, do profundo amor que eu tive por esse país e pela sua cultura, em especial pela música e pela literatura.
Depois dessa viagem, voltei ainda outra vez, em outubro de 1998. Entretanto outros entusiasmos e outros amores apareceram na minha vida, outras viagens e outras culturas, outros livros e outras músicas. Mas o bodhrán continua na sala, onde o vejo todos os dias.

(República da Irlanda, julho de 1995)