July 10th, 2014

rosas

ngqamakhwe

z1 z2


"O Museu dos Trabalhadores Migrantes possuía uma série de fotografias de residentes de Lwandle, a maioria dos quais eram mulheres, «domésticas», disse o senhor Smile, explicando que elas tinham sido criadas de servir de famílias brancas em Stellenbosch.
Eram retratos de mulheres velhas, sentadas em cadeiras toscas, em ambientes humildes. Um mostrava uma mulher gorda com um vestido volumoso. Deram-lhe o nome de Nontuthzelo Christine Makhebane. Uma sucinta legenda, nas suas próprias palavras, resumia a sua existência melancólica neste local:
A minha casa é onde eu nasci. Só que estou aqui. A minha terra é Ngqamakhwe. Só que trabalho aqui. Mas o meu futuro onde morrerei é Ngqamakhwe."

- Paul Theroux, O ÚLTIMO COMBOIO PARA A ZONA VERDE (Quetzal)