?

Log in

No account? Create an account

chef
rosas
innersmile
Fui ver o filme Chef um bocado por desespero de causa: apetecia-me ir ao cinema e, lá chegado, o único filme em cartaz interessante era o The Great Budapest Hotel. Mas como já tinha visto esse filme duas vezes, optei por esta comédia dirigida por Jon Favreau, sem qualquer informação acerca do filme. E foi, apesar de tudo, uma surpresa agradável.

O que mais gostei no filme é perceber-se que se trata de um projecto muito pessoal de Favreau, que escreveu o argumento, realizou o filme e interpreta o papel principal: a história de um chefe de cozinha um pouco excessivo que, perdendo o emprego num restaurante da moda, resolve regressar ao básico, vendendo sanduiches numa rulote.

O humor é divertido qb, a realização é afiada (trocadilho intencional), as imagens da comida muito apelativas. Mas o maior charme do filme reside ainda no seu carácter mais pessoal. Primeiro, perceber-se que estrelas como Dustin Hoffman, Scarlett Johansson ou Robert Downey Jr, entram no filme como secundários, apenas para fazer uma perninha. Para além destes, entram no filme ainda nomes como John Leguizamo, Sofia Vergara ou Oliver Platt. Outra razão tem a ver com a banda sonora: é excelente e nota-se que é um dos investimentos do filme, que não hesita em suspender a acção para nos pôr a ouvir a música.
Tags: