April 23rd, 2014

rosas

us three

img_christopherisherwood-1935

Há perto de dois anos que tenho uma página no Tumblr dedicada ao Christopher Isherwood. Chama-se, pomposamente, The Isherwood Files (link), já tem mais de trezentas publicações e quase oitenta seguidores. Algum do material sou eu que organizo e publico, mas, é claro, a maior parte são reblogs de outras publicações.

Como é natural, já vi muitas fotos do Isherwood, de modo que, quando li a seguinte passagem no livro Christopher And His Kind, achei a descrição familiar e fui logo à procura do material.

"Stephen [Spender] was writing too, though he spent much of his time out of doors, keeping Christopher and Otto company. He was recording their holiday with his camera. This had an automatic shutter release, so Stephen himself wasn’t necessarily excluded from the record. In a recent letter to me, he recalls that:
«with a masturbatory camera designed for narcissists I took - or it took - the most famous photograph in the history of the world, of US THREE.»
Stephen, in the middle, has his arms around Wystan [Hugh Auden, ou W.H. Auden] and Christopher and an expression on his face which suggests an off-duty Jesus relaxing with “these little ones.” Christopher, compared with the others, is such a very little one that he looks as if he is standing in a hole."


Já agora, juntei à foto a que eu acho que o trecho se refere, outras fotos em que estão os três, o Isherwood com o Stephen Spender e o W. H. Auden (as fotos foram todas retiradas da net). Numa das fotos estão ainda, na base, os autógrafos dos três escritores.

De Stephen Spender, li O Templo (e o que me arrependo de não ter ficado com ele) e tenho um livro de poemas, Dolphins. Além disso, Spender pôs um processo ao escritor David Leavitt para tentar impedir a publicação do seu livro While England Sleeps em Inglaterra, por achar que esse livro se baseava directamente num aspecto da sua vida, tendo conseguido que algumas passagens do livro fossem alteradas. Quanto a Auden, tenho uma colectânea de poemas onde estão dois dos seus poemas de que mais gosto: Funeral Blues e Tell Me The Truth About Love.



auden_spender_isherwood
15565cb652f4c7b69feab9d5f0b952dd mw49504 mw49507
d4927004r 39103