?

Log in

No account? Create an account

anaquim + deolinda
rosas
innersmile
Sexta-feira, 4, Gil Vicente cheio, programa a dobrar: concerto dos Anaquim e dos Deolinda. Foi uma festarola, ambos os grupos fazem do palco uma festa de interacção com a plateia, e as canções são propícias.

Já tinha assistido a um concerto dos Anaquim, também no TAGV, há cerca de dois anos, e comprova-se que são uma óptima banda de palco, com letras interessantes e um som boa onda. Mesmo num concerto mais abreviado. A Ana Bacalhau foi ao palco cantar O Meu Coração.

Quanto aos Deolinda, foi uma estreia, nunca os tinha visto ao vivo. Surpreendeu-me a presença em palco da Ana Bacalhau, que, além da voz poderosa, e de ser capaz de ir reinventando as canções à medida que as canta, é uma entertainer. Mas mesmo fazendo um belíssimo concerto, é muito evidente que aquilo que faz a banda são as canções: quando os Deolinda acertam numa canção, ela é perfeita, e isso é um talento muito raro, e um enorme gozo para quem gosta de música popular.
Tags: