?

Log in

No account? Create an account

inventário 3, filmes
rosas
innersmile
Um ano fraco, mas mesmo assim com filmes que me deu muito gozo ver. Duas listas: a short (são 10), por ordem afectiva, e a long list (são 15), por ordem alfabética. E depois os outros, claro.

The best

- Gravity, Alonso Cuáron
- Django Unchained, Quentin Tarantino
- Behind The Candelabra, Steven Soderbergh
- De Rouille et D’Os, Jacques Audiard
- Reality, Matteo Garrone
- Lincoln, Steven Spielberg
- Hannah Arendt, Margarette Von Trotta
- À Bout de Souffle, JL Godard
- The Night of The Hunter, Charles Laughton
- Vertigo, Alfred Marceneiro

The best of the rest

- Any Day Now, Travis Fine
- Before Midnight, Richard Linklater
- Blue Jasmin, W.A.
- Dans La Maison, François Ozon
- Elysium, Neil Blomkemp
- Inside Llewyn Davis, Joel e Ethan Coen
- Los Amantes Passajeros, Almodóvar
- Nha Fala, Flora Gomes
- Promised Land, Gus Van Sant
- Rush, Ron Howard
- Side Effects, Steven Soderbergh
- The Bling Ring, Sofia Coppola
- The Master, Paul Thomas Anderson
- Venus À La Fourrure, Roman Polanski
- Zero Hour Thirty, Kathryn Bigelow

The rest

- After Earth, M. Night Shyamalan
- A Gaiola Dourada, Ruben Alves
- Argo, Ben Affleck
- Beasts of the Southern Wild, Benh Zeitlin
- Disconnect, Henry Alex Rubin
- Hitchcock, Sacha Gervasi
- Now You See Me, Louis Leterrier
- Oblivion, Joseph Kosinski
- Only God Forgives, Nicolas W. Refn
- Spring Breakers, Harmony Korine
- The Butler, Lee Daniels
- The Great Gatsby, Baz Lurhmann
- The Relunctant Fundamentalist, Mira Nair
- The Secret Life of Andrew Mitty, Ben Stiller
- To The Wonder, Terrence Mallick
- Trance, Danny Boyle


Em Casa
- Five Dances, Alan Brown
- Gattaca, Andrew Niccol
- The Way We Were, Sidney Pollack

roger ackroyd
rosas
innersmile
rograckryd

Há muitos anos que não lia um livro da Agatha Christie, o anterior acho que tinha sido o Death On The Nile, que levei para ler enquanto subia o Nilo! Isto, claro, depois de ter passado os anos da adolescência a ler aquelas edições duplas da Livros do Brasil.

The Murder of Roger Ackoyd é considerado uma das obras primas da escritora, e eu, que não fazia ideia de qual era a trama do livro (saber de avanço a história, mata a totalidade do prazer que é ler este tipo de policiais), tive de chegar às páginas finais para perceber que de facto é isso mesmo!

Confesso que os livros da AC não me fascinam, há, mesmo dentro da literatura policial, outros autores de que gosto mais e que leio de modo compulsivo. Mas é uma autora irresistível, há uma leveza e uma graça (para mais tratando-se de uma aventura de Poirot); e como li em inglês pude ainda gozar da elegância da sua escrita. Por isso é que decidi que esta altura das festas seria uma boa ocasião para voltar a lê-la, e termino a leitura mesmo a tempo de o meter no inventário das leituras do ano.