?

Log in

No account? Create an account

villa malaparte
rosas
innersmile
Acho que é primeira vez que ponho aqui no innersmile um clip com um anúncio comercial, e logo a um perfume! Não, não endoideci de vez, mas no domingo à noite estava eu a ver o factor X (noites de domingo são o meu momento de trash tv) e num intervalo passou um anúncio à fragrância Uomo, da marca Ermenegildo Zegna (não afianço que o spelling esteja correcto).

O que me chamou a atenção para o filme publicitário foi o facto de o cenário ser uma casa muito famosa, a Villa Malaparte, num dos extremos da ilha de Capri, em frente à costa amalfina italiana. Sou fascinado pela casa, que já conhecia de fotografias e outras referências, e este anúncio permite-nos vê-la em todo o seu fulgor, inclusivamente a escadaria que sobe desde o nível do mar até ao alto do penhasco onde a casa está instalada, escadaria essa que, durante o tempo em que Malaparte aí residiu, era o principal acesso à casa, uma vez que só havia duas maneiras de chegar a ela: a pé ou de barco.

Mas as estrelas da companhia são, sem dúvida, a imponente escadaria de acesso ao pátio superior (foi o que me chamou a atenção quando vi pela primeira vez fotos da casa), e o próprio pátio, que serve de cobertura, com o seu muro em curva, e depois aquele terraço plano e sem qualquer protecção lateral, que parece convidar-nos ao vôo e à queda. Como sofro de vertigens, confesso que basta a imagem do terraço, do seu plano aberto, aliás basta a mera ideia do terraço para eu sentir uma ligeira tontura e uma sensação de desamparo, como se me fosse precipitar por ali abaixo, mesmo estando seguro e aconchegado no meu lar em frente ao computador!

Para além de ser usada para campanhas publicitárias a marcas famosas (para além de Zegna, também a Hugo Boss já a utilizou como cenário de um dos seus catálogos), e de ser objecto de muitos livros, quer sobre arquitectura quer sobre design, a Casa Malaparte foi igualmente o cenário vertiginoso de uma dos mais famosos filmes de Jean-Luc Godard, Le Mépris, de 1963, e no qual Brigitte Bardot, Michel Piccoli e Jack Palance se entregavam a um ardente e esplendoroso jogo de feras.

Além do clip do perfume, ponho ainda um outro clip que encontrei no YouTube com cenas do filme de Godard filmadas na Villa, e duas fotos, uma da casa tal como é agora, restaurada depois de anos de abandono, e outra do próprio Curzio Malaparte a andar de bicicleta do terraço (ui!, a vertigem…), posando ao lado de uma das suas namoradas.





vm

tumblr_mx1278LDkT1qa2qxto2_500