?

Log in

No account? Create an account

uma janela em copacabana
rosas
innersmile
11412_gg

Quarto volume da série policial protagonizada pelo Delegado Espinosa e passada nas ruas do Rio de Janeiro (e o quinto que leio). O meu preferido de todos os que li até aqui. Um mistério verdadeiramente intrigante, que só se resolve nas últimas páginas, e mesmo assim a justiça fica por fazer. E as páginas passadas num cruzamento do Leme, com Serena a vigiar a janela da frente, ou a janela do seu próprio apartamento, têm aquela pontinha de incómodo que as torna irresistíveis.

Espinosa é, juntamente com Kurt Wallander, um dos meus heróis policiais preferidos. Mas enquanto Wallander é angustiado e sombrio, Espinosa é cool e tranquilo, absolutamente em paz com as tragédias do mundo, amante de livros e de passear a pé pelas ruas de Copacabana. Neste livro, o delegado da 12ª DP tem entre mãos o assassinato de três policiais obscuros e corruptos, e das suas amantes ‘oficiais’; e o seu espírito perturbado com duas misteriosas mulheres, tão sedutoras quanto perigosas.