July 1st, 2013

rosas

hotel continental

Regresso ao livro do Somerset Maugham, Um Gentleman na Ásia para referir um aspecto que me esqueci de mencionar no texto que aqui escrevi sobre o livro. Apesar de ter sido casado, de ter tido uma filha, e de serem conhecidos várias relações com mulheres, as seus relacionamentos, nomeadamente sexuais, eram sobretudo com homens. Com dois deles, Gerald Haxton e Alan Searle, Maugham teve relacionamentos duradouros, que só terminaram, o primeiro, pela morte do próprio Gerald, e o segundo com a morte do escritor.

Esta viagem ao sudoeste asiático, afirma-o Carlos Vaz Marques na sua introdução à obra, e confirmam-no várias fontes de informação sobre o escritor, foi feita na companhia de Gerald Haxton que, afirma-se, era quem estabelecia os contactos com as diversas pessoas que iam encontrando ao longo da viagem, já que Maugham era proverbialmente tímido. Ora, não deixa de ser curioso que não só não haja nenhuma referência a Gerald no livro, como o texto dá sempre a entender que Maugham viajava sozinho. O que diz bem que mesmo num relato objectivo como o de um travelogue, há sempre coisas que ficam por dizer, e que escrever é sempre um processo de ficcionalizar.

Ainda a propósito da passagem de Somerset Maugham pelo Vietname, transcrevo esta passagem do livro:

"Saigão é uma cidade bastante agradável para se passar alguns dias de ócio; a vida é facilitada ao viajante imprevidente; e dá muito prazer ficar sentado à sombra do Hotel Continental, com uma ventoinha de tecto mesmo por cima de nós e uma bebida inocente ao dispor, a ler no jornal local acesas controvérsias sobre os assuntos da Colónia e os faits divers da vizinhança."

Já nem vou mencionar o facto de um dos contos do meu livro se passar precisamente em Saigão (ah pois!, não podia faltar o toquezinho de marketing), mas encontrei nas coisas que guardei dessa viagem o clip de video que se segue e que foi feito numa tropicalíssima noite de março de 2008, num dos movimentados cruzamentos de Ho Chi Minh City.