?

Log in

No account? Create an account

elvis e outras histórias
rosas
innersmile
Tal como anunciei aqui há dias, está, desde segunda-feira, à venda um livro onde reuni alguns contos que fui escrevendo. Desta vez, o livro tem um editor a sério, a Index-ebooks, e nasceu de uma proposta que eu fiz ao meu amigo João Máximo, e que o João acolheu com um entusiasmo que me conduziu. O livro reune alguns contos que, na sua maioria, fui pondo aqui, e cuja temática comum tem a ver, ainda que vagamente, com a condição homossexual, já que a editora se dedica à publicação de livros lgbt em formato electrónico. É muito importante dizer que o João, o Luís Chainho e a Patricia Relvas (que eu não conheço), fizeram a revisão e a edição dos textos, e que se os contos têm algum mérito ele deve-se muito a esse seu trabalho.

Decidi dedicar o livro à memória do Saint-Clair Stockler, por várias razões. A principal, porque o Saint-Clair sempre me incentivou a escrever e, como já aqui escrevi, acreditava muito mais do que eu no valor das minhas histórias. Outras razões têm a ver com o facto de um dos contos invocar directamente o relacionamento e as trocas intercontinentais que fazíamos, e até com o facto de o conto que dá título ao livro ter resultado da minha visita ao Rio de Janeiro, na ocasião em que conheci pessoalmente o Saint. E, para além de tudo o mais, tenho a certeza de que o Saint teria ficado muito contente com a edição do livro, e esta forma é também uma maneira de eu mitigar as saudades e a falta que ele me faz.

Apesar da edição tão recente, houve dois amigos meus que leram o livro de imediato (ele também é curtito!) e publicaram nos seus blogs dois textos muito comoventes (e comovidos, atrevo-me a dizer). Li esses textos ainda sob a emoção de saber que o livro já estava publicado e acessível aos leitores, e é justo dizer que o João ‘Pinguim’ (link) e a Margarida (aqui) fizeram-me sentir uma coisa que eu ainda tinha sentido: orgulho em ter escrito o livro e as suas histórias.

Claro que gostava muito que o livro fosse lido por muita gente, e gostava particularmente que ele fosse lido pelas pessoas que, quando eu pus os textos aqui no innersmile, alguns deles há muitos anos, me incentivaram e me pediram que eu publicasse um livro com as minhas histórias. Ainda que não tivesse havido livro se não fosse o João Máximo e a Index-ebooks, foi nessas páginas de comentários das entradas velhinhas do innersmile que este livro começou.

A Index-ebooks tem uma página dedicada ao livro, onde estão os links para o download gratuíto do ebook, ou para encomendar a versão impressa: Indexebooks.com.

319680_300