?

Log in

No account? Create an account

filarmónica união taveirense
rosas
innersmile
Tenho um certo fascínio por bandas filarmónicas, e por isso ontem não perdi a oportunidade de ir a um dos concertos das quintas-feiras no auditório do Conservatório de Coimbra, com a mítica Filarmónica União Taveirense. Mítica, por ser das mais antigas (foi fundada em pleno século XIX, tendo comemorado recentemente o seu 144º aniversário), por ser das maiores (ontem o número de músicos em palco ultrapassava largamente a meia centena), mas também por ser das melhores, com um trabalho mais desenvolvido.

Com direcção do maestro João Paulo Fernandes, e um grupo de músicos muito jovem, a União Taveirense apresentou um programa intitulado Viagem pelo Cinema, com dez propostas dedicadas à grande música do cinema: Chaplin, westerns, Bond, cartoons, comédias portuguesas, Indiana Jones, entre outras.

Numa tela, apresentava-se o programa e clips dos filmes cujos temas estavam a ser tocados, formato que resultou inteiramente, levando a função para alturas de grande diversão: se já é bom recordar a música de filmes eternos, fazê-lo ao som de uma filarmónica dá uma alegria contangiante. A direcção musical conseguiu e proeza de ser muito fiel, como seria obrigatório, aos temas musicais, mas também ao espírito da música das filarmónicas, que é sempre muito popular e até festivo.

Foi, como disse, divertidíssimo, um concerto inesperado e surpreendente, muito colorido e animado, numa sala praticamente cheia (nem importa se a maior parte da assistência era composta por familiares e amigos dos músicos; aliás, isso reforçava o entusiasmo do público), que rondou, se não ultrapassou mesmo, as duas horas de duração.
As bandas filarmónicas são um património valiosíssimo da música nacional, foram durante anos, e se calhar ainda são, as maiores e mais produtivas escolas de música do nosso país, pondo milhares de jovens a saber música e a tocar, sobretudo instrumentos de sopro. E são tão festivas e alegres, que não se devem perder oportunidades de assistir aos seus concertos e espectáculos.
Tags: