April 30th, 2013

rosas

i'm black and i'm gay

“I'm a 34-year-old NBA center. I'm black. And I'm gay.”

Pode parecer uma afirmação banal, mas está longe de o ser. Quem a proferiu foi Jason Collins, jogador profissional de basquetebol dos Washington Wizards, numa entrevista à Sports Illustrated (que pode ser vista na net: sportsillustrated.com/), e é a primeira vez que um atleta no activo, praticante de um desporto de massas (no duplo sentido de popularidade e de dinheiro envolvido), assume publicamente a sua condição homossexual.

Tratando-se a decisão de assumir sempre de uma decisão pessoal, que tem a ver com a necessidade, ou não, de alguém não se deixar intimidar pelo preconceito e deixar de esconder um lado importante da sua vida afectiva, é também, como é evidente, uma decisão de grande impacto social, nomeadamente porque dá aos outros, sobretudo aos mais jovens, a imagem positiva de que se pode ser homossexual e ter sucesso, seja ele desportivo, profissional, económico ou outro.

Claro que Jason não é o primeiro atleta a assumir-se homossexual, mas é, e por isso o destaque que a notícia mereceu nos media de todo o mundo, a primeira vez que um jogador profissional se assume numa fase da sua vida desportiva em que a sua carreira ou a sua popularidade podem vir ser afectadas por isso.

E o facto é que se houve muitas manifestações de apoio a Jason Collins, públicas ou privadas, algumas delas de colegas seus da liga milionária do basquete norte-americano, também já se ouviram as habituais vozes da ignorância homofóbica pseudo-moralista.

Na entrevista à SI, Jason Collins afirma que não programou ser o primeiro atleta a assumir-se homossexual num dos desportos de equipa mais populares na Amérrica, mas já que isso aconteceu, se sente feliz por começar a conversa. E os editorialistas da revista comentam que se é o primeiro, não será seguramente o último, e que muitos outros se seguirão. Porquê? Porque são, e porque podem.

Além do resto, acrescento eu, é um rapaz bonito, e é sempre uma alegria ver rapazes bonitos, que ainda por cima são homossexuais e não se escondem!