?

Log in

No account? Create an account

cadernos italianos
rosas
innersmile
pitta+eduardo

A editora Tinta da China publicou na sua colecção dedicada à literatura de viagens, o livro Cadernos Italianos, de Eduardo Pitta. Gosto muito do autor, da sua escrita, sobretudo em prosa, quer de ficção quer ensaística, e por isso mal vi o livro à venda comprei-o logo. Mas foi uma certa desilusão, confesso.

Das suas cem breves páginas, cerca de dois terços republicam os Dias de Veneza, um livro que Eduardo Pitta já tinha editado aqui há anos, na Quasi, e que eu li na altura. As restantes páginas do livro abordam, no mesmo estilo diarístico, mais duas estadias em Roma, em 2007 e 2011, e eu consegui identificar, de memória, muitos dos trechos como tendo já sido publicados creio que no blog do Eduardo Pitta, Da Literatura.

Soube a pouco, ou melhor soube a quase nada (com a agravante de não ter sido propriamente barato!) Mas, pronto, claro que é sempre um prazer (eu diria de gourmet, mesmo que em versão requentada) ler o Eduardo Pitta, nomeadamente neste registo que lhe é tão próprio: leve mas intenso, culto e informado mas sempre um pouco frívolo, simultaneamente sério e humorado, e de escrita irrepreensível. Além disso, abre o apetite para o livro que já vai sendo anunciado para Abril, um volume de memórias, que promete.
Tags: ,