?

Log in

No account? Create an account

mistérios
rosas
innersmile
images

Terminei há poucos dias a leitura de Mistérios, uma colecção de contos da autoria da escritora brasileira Lygia Fagundes Telles. Na carta que me escreveu a acompanhar os livros que me mandou, este e o de Elvira Vigna, o Saint dizia que este era o seu livro preferido de Lygia, e que foi a ler os seus contos que ele próprio aprendeu a escrevê-los.

Percebo perfeitamente o que o Saint quis dizer: este livro é um master class na arte de escrever contos, sobretudo curtos. Um domínio perfeito e rigoroso da narrativa e do seu tempo, transforma cada uma das dezanove histórias que completam o volume numa aventura excitante e compulsiva. Claro que numa colectânea há sempre algum desequilíbrio, mas neste caso é apenas entre contos muito bons e outros magistrais.

Se não estou em erro, este é o terceiro livro de Lygia que leio, os outros foram A Noite Escura e Mais Eu, e Oito Contos de Amor. É pouco, eu sei, mas o suficiente para fazer de mim um enorme admirador da sua escrita. Tanto que uma vez, já há muitos anos, até escrevi um (pobre) conto inspirado em Lygia Fagundes Telles. E agora a leitura deste Mistérios fez-me ter saudades do tempo em escrevia contos e até ter vontade de voltar a escrevê-los.
Tags: ,