?

Log in

No account? Create an account

world outside your window
rosas
innersmile
Chavela Vargas morreu, aos 93 anos. Pela primeira vez, enfrentamos o mundo sem o ‘pathos’ de La Llorona, mas também sem a boémia de Isabel Vargas Lizano que, já octogenária, assumiu publicamente que era lésbica. Ou, como alguém escreveu na altura, decidiu sair do seu armário transparente. Com Chavela, morre a última representante de uma certa ideia do México que passava por Diego & Frida ou por José Alfredo Jímenez (um mariachi que nunca se cansa de me incendiar a alma). Uma ideia que era mais ‘Viva México’ do que ‘México Lindo’.

Mas entretanto já esta noite em Londres Usain Bolt correu os 100 metros em 9.63 segundos, novo recorde olímpico, e apenas mais 5 centésimos de segundo do que o seu próprio melhor tempo na distância. Por enquanto ainda não faster than the speed of light, como o seu apelido promete, mas nenhum outro homem corre ou correu tão rápido.

E já de madrugada a sonda-robot Curiosity aterrou (‘aterrou’?! ‘amarteou’?) na superfície de Marte e começou a enviar sinais de rádio que atingem a Terra perto de um quarto de hora depois de serem emitidos. É um grande open space, entre Marte e a Terra, e mesmo assim it´s a small step for a robot.

Não tenho escrito nada aqui no innersmile, por falta de assunto e também, ou sobretudo, por falta de disposiçâo. Quando a realidade começa a apertar à minha volta, a falta de ar tira-me logo a vontade de escrever. Mas como diziam as canções pop dos anos oitenta, há um mundo para lá da minha janela. Ou mesmo mais do que isso, há uma galáxia.