?

Log in

No account? Create an account

banhistas (endless endless)
rosas
innersmile
A semana passada estive uns dias no Algarve, num apartamento emprestado que fica em cima de uma das praias mais famosas, e também das mais populosas, do barlavento algarvio. A ideia não era propriamente ir a banhos, mas como o meu pessoal tem uns alvoreceres muito lentos e prolongados, eu aproveitei as manhãs para atravessar a rua e ir até à praia. Que estava, naturalmente, a abarrotar: início da segunda quinzena de julho, mais os efeitos de um verão finalmente abrasador.

Numa das manhãs de praia, estava eu sentado na minha toalha a olhar para o mar, reparei na quantidade imensa de gente que atravessava o plano do meu olhar, em caminhadas ao longo da beira-mar. Achei que havia ali qualquer coisa de Tati naquela multidão de banhistas que se fazem passear, em passadas de ritmo e elegância diversas, e pus-me a imaginar a cena um plano fixo. Primeiro ainda tentei imaginar uma das bandas sonoras habituais dos filmes do Tati, com tons de jazz e xilofones etéreos, mas a música que me veio de imediato à cabeça não tinha nada a ver com isso, era uma das faixas do disco Trans-Europe Express, dos Kraftwerk.

Na manhã seguinte fui para a praia armado com a minha câmara fotográfica e pus-me a gravar clips do movimento dos banhistas. Não correu tão bem como eu tinha pensado, sobretudo porque estava muito mais gente, mesmo às primeiras horas da manhã, mas também porque me faltaram alguns personagens caricatos da véspera, como o tipo que andava a circular apressado pela praia, de polo branca e auricular no ouvido, a gesticular veemente enquanto falava ao telemóvel. De qualquer forma, o resultado foi este.

banhistas (with fireworks) from miguel nada on Vimeo.