July 14th, 2012

rosas

orquestra metropolitana de lisboa

Concerto da Orquestra Metropolitana de Lisboa, hoje ao final da tarde, num dos primeiros concertos da quarta edição do festival das artes de Coimbra. Nunca tinha ido ao grande auditório do Conservatório de Música de Coimbra, e fiquei encantado com a qualidade do som.

Como o tema desta edição do festival são as viagens, a orquestra, excelentemente dirigida por Pedro Neves interpretou composições relacionadas com Praga e a República Checa: a Sinfonia n.º 38 de Mozart, uma suite para cordas de Leos Janacek, e, la piéce de resistance, a Suite Checa, opus 39, de Antonin Dvorak. Um programa muito bom, pois o Mozart a abrir conquista logo a audiência, a suite de Janacek a trazer o concerto para um momento mais intimista, e a peça de Dvorak, exuberantemente bem dirigida e tocada, a levantar os ânimos.

Estava cheio de saudades de assistir a um concerto de orquestra, que é uma coisa que nos enche a alma, e este foi um concerto para tirar a barriga de misérias.