?

Log in

No account? Create an account

moonrise kingdom 5*
rosas
innersmile
Adorei o Moonrise Kingdom, o mais recente filme do Wes Anderson. Não sei se é o melhor filme dele, mas acho que estava muito in the mood e diverti-me imenso com esta história um pouco kitsch mas com uma candura tão in-your-face que não conseguimos ficar indiferentes.

O único senão do filme (como de resto acontece habitualmente nos filmes do realizador) é que cada plano é tão saturado de informação que é impossível absorver aquilo tudo num simples visionamento. Isto para já me ir preparando, porque me está a apetecer muito ver o filme outra vez. Mais não seja pela banda sonora, que é fabulosa, e que eu ando a ouvir desde Sábado à noite, quando cheguei a casa depois de ver o filme (tão boa pelos trechos seleccionados nomeadamente de Benjamin Britten ou de Hank Williams, como pela múscia original de Alexandre Desplat).

Não vale a pena falar muito do filme. A história (com um argumento muito bem construído pelo próprio realizador e pelo Roman Coppola) é relativamente secundária, e o que é mais eficaz, e divertido, no filme, é, como é óbvio, o wes-system a funcionar. Como sabemos faz parte do sistema o ensemble dos actores, e aqui, para além dos inevitáveis Bill Murray e Jason Schwarzman, e do Bruce Willis, temos um quarteto que só por si vale uma deslocação ao multiplex: Edward Norton, Tilda Swinton, a enorme Frances McDormand e galático Harvey Keitel. Também gostei muito dos dois jovens actores que fazem os protagonistas, principalmente do Jared Gilman, já que a Kara Hayward me fez lembrar um bocadinho a Lana del Rey e isso não é uma coisa muito agradável.
Tags: