?

Log in

No account? Create an account

shakespeare pelas barbas
rosas
innersmile
Fui ver neste fim de semana, penso que numa das suas últimas representações, Shakespeare Pelas Barbas, uma peça do Teatrão, na OMT. Com dramaturgia de Ricardo Correia e de Jorge Louraço Figueira, e encenação do primeiro, a peça é uma breve convocatória para o universo complexo e vastíssimo do teatro do bardo de Stratford-Upon-Avon.

Trata-se de um espectáculo divertido, ligeiro, muito bem interpretado por um grupo de quatro actores que inclui a Inês Mourão, que gosto muito de ver trabalhar, e ainda Margarida Sousa, Nuno Carvalho e Pedro Lamas, e que se destina sobretudo a um público juvenil, fazendo por isso apelo a todo um universo de referências ao 'mundo actual', cruzando-o com envios às comédias e às tragédias de Shakespeare.

Gostei da peça, e sobretudo senti pena de não ter visto teatro assim quando era adolescente, porque acredito que este Shakespeare, assim tratado por tu, é bem capaz de apelar ao interesse do público mais novo, não só pelo teatro do autor, mas pelo teatro em geral, e pelo gozo que é ver, e já nem falo em fazer, teatro assim, no palco, ao vivo e a cores.
Tags: