?

Log in

No account? Create an account

saint ben
rosas
innersmile
Nas notícias, a morte do actor Ben Gazzara, no passado fim de semana. Vi poucos filmes de Gazzara, ou pelo menos vi poucos em que o actor tivesse o protagonismo que merecia. E a maior parte deles, já há muitos anos, em finais dos anos 70 e inícios de 80: lembro-me de um filme de Marco Ferreri, de dois de Peter Bogdanovitch.

E é precisamente de Bogdanovitch o filme que, mesmo que fosse o único em que tivesse entrado, imortalizou aos olhos cinéfilos, o grande actor que Gazzara foi. Falo de Saint Jack, que passou por cá com o título Noites de Singapura (um daqueles raros casos em que o título traduzido é mais evocativo do que o original). Baseado num livro do Paul Theroux, que eu nunca li apesar de fã do escritor, é um daqueles exercícios de construção de uma personagem, no caso um pequeno escroque que tenta sobreviver com um negócio de prostituição e se mete em sarilhos bem maiores do que aqueles que estava à espera.

Um filme negro, sombrio, nocturno, que nos devolve o lado mais obscuro de uma cidade que, já na época em que o filme foi feito, tentava apagar o seu passado com uma imagem de radical assepsia. Lembro-me pouco do filme, já lá vão imensos anos, e eu nunca o revi, mas o que é absolutamente inesquecível é o Ben Gazzara, homem de esquemas e de vistosas camisas havaianas, a tentar resgatar Jack Flowers da podridão em que estava mergulhado até ao pescoço.