?

Log in

No account? Create an account

a bola
rosas
innersmile
São compreensíveis as reacções de choque perante as imagens divulgadas de um grupo de soldados norte-americanos a urinarem para cima de cadáveres de taliban. Mas estranho uma certa ingenuidade nessas reacções ou, então, uma razoável hipocrisia. De facto, convém não esquecer que não há guerras limpas, e que a dignidade raramente tem lugar no campo de batalha. A diferença é que agora há internet e as fotos e os videos das atrocidades cometidas pelos soldados chegam ao YouTube com a mesma rapidez com que chegam as imagens de grupos de soldados a imitarem clips da Beyoncé e da Lady Gaga.

Lembro-me de, em miúdo, ver fotografias de violência na guerra (e também de sexo, é claro), à noite, no banco de trás de um carro, mostradas por um soldado que era familiar de um vizinho. Sim, porque ainda não passaram quarenta anos desde que Portugal esteve em guerra e soldados portugueses cometeram atrocidades tão abomináveis como as que vimos nas imagens. Foram todos os soldados portugueses? Evidentemente que não, terão sido mesmo uma minoria, e em situações de extrema tensão e condicionalismo psicológicos. Tal como, seguramente, apenas uma minoria de soldados norte-americanos se entregará a estes deboches de indignidade.