November 6th, 2011

rosas

caetano veloso e maria gadú

Já perdi a conta ao número de concertos ao vivo do Caetano Veloso a que assisti. E de todos eles a memória que guardo é maravilhosa, foram todos ocasiões especiais, ou porque as propostas musicais eram estimulantes, ou porque foram apresentações ao vivo de discos excepcionais, ou porque as circunstâncias de um concerto em particular foram inesquecíveis, ou apenas porque foram momentos muito íntimos e simples de partilha do grande génio musical de Caetano.

O concerto de ontem, no Pavilhão Rosa Mota, no Porto, a meias com Maria Gadú, foi quase isso tudo. E foram sobretudo duas horas de canções fabulosas, algumas incontornáveis de Gadú, muitas de Caetano, as harmonias felizes das duas vozes, um cenário muito simples mas muito expressivo nos ambientes criados, e o jogo dos dois cantores e destes com o público (Gadú cantou Altar Particular a pedido, por exemplo).

Aliás, se o público faz um concerto, o de ontem, rendidíssimo, merecia um prémio. Pelo calor com que recebeu os cantores, e pela festa que foi o final do concerto, com regressos sucessivos ao palco, e o público a juntar-se à beira do palco, sem deixar Caetano e Gadú irem-se embora.

Como não muito mais a dizer, vou deixar aqui umas fotos que fiz e que eu acho que ficaram engraçadas.



















Um edit, para memória futura, com o alinhamento do concerto (tirado do site noticiasmariagadu.blogspot.com):

[Caetano Veloso e Maria Gadú]
Beleza Pura
[Maria Gadú]
Bela Flor
Encontro
Tudo Diferente
Dona Cila
Escudos
Altar Particular
Podres Poderes
[Cateano Veloso e Maria Gadú]
O Quereres
Sampa
[Caetano Veloso]
Milagres do Povo
Genipapo Absoluto
Odeio
De Noite na Cama
Desde que o Samba é Samba
Sozinho
Alegria, Alegria
Shimbalaiê
[Caetano Veloso e Maria Gadú]
Vaca Profana
Rapte-me, Camaleoa
Trem das Onze
Leaozinho
Odara

Encore 1
Nosso Estranho Amor
Vai Levando
Menino do Rio

Encore 2
(música de Maria Gadú dedicada a Caetano Veloso)
Qualquer Coisa

Encore 3
Sozinho