?

Log in

No account? Create an account

the conspirator 3*
rosas
innersmile
O Robert Redford pode não ser um realizador excepcional, daqueles que faz obras-primas umas a seguir às outras. Mas é um realizador escorreito, que domina as regras, ainda que por vezes se deixe prender por um certo academismo. E não nos podemos esquecer que foi o fundador do festival de Sundance, que está na origem de (quase) todo o cinema independente que é feito nos EUA.

Mas de qualquer forma tem uma grande virtude: é um realizador político, que nunca recusa reflectir sobre aspectos essenciais do tempo e do carácter da América. Mas raramente o tem feito de forma tão assumida como neste The Conspirator, um courtroom movie que se fixa no julgamento dos envolvidos na conspiração que levou a cabo o assassinato do presidente Abraham Lincoln, em 15 de Abril de 1865. O enunciado é claro: é em tempo difíceis, em que o sistema parece posto à prova, que as regras essenciais devem ser respeitadas, pois só elas podem resgatar o sistema. E a referência também: parece mais ou menos óbvio que o filme pretende comentar a crise da justiça norte-americana na sequência do 11 de Setembro e da guerra no Iraque.

E se o filme não se esgota na mensagem política (há ainda a destacar um belíssimo trabalho de fotografia ou a presença de Kevin Kline no cast, por exemplo) é nela que encontra a sua razão de ser. Pode parecer curto, mas é sempre bem-vinda a oportunidade de assistirmos a um cinema que não se esgota na lógica das pipocas.
Tags: