?

Log in

No account? Create an account

just for the sake of it
rosas
innersmile
10-10-10

regresso a lanzarote
rosas
innersmile


Animado pela visita à ilha de Lanzarote, nas férias de Agosto passado, decidi reler os Cadernos de Lanzarote, o conjunto de diários que José Saramago escreveu na ilha canarina entre 1993 e 1998, o ano do Nobel. Para já, está lido o primeiro volume dos cadernos, e valeu a pena o regresso. Primeiro porque me fez voltar à ilha, e as descrições de Saramago são muito evocativas. Depois porque o caderno acompanha o arranque da escrita do Ensaio Sobre a Cegueira, e é muito diferente ler as reflexões do escritor acerca da obra que vai nascendo, depois de nós próprios a conhecermos e termos lido. Finalmente porque, de algum modo, conhecemos melhor agora Saramago do que quando o livro foi publicado, e temos mais complacência para com os seus defeitos (dígamos que eles não me irritaram tanto desta vez como da inicial), e mais admiração pelas suas qualidades.